DICAS

No momento da escolha das cores para os ambientes, podemos usar um esquema específico baseado nas pessoas que vão viver neles e em como eles serão utilizados. Confira algumas dicas para pinturas de ambientes:

Banheiros


Devemos evitar o preto, exceto em pequenos detalhes. Se optarmos por cores escuras, podemos colocar plantas para amenizar e dar vida.

Rosa ou Pêssego: é muito relaxante e traz muito calor ao ambiente. 

Amarelo: é a cor da criatividade, inspira novas idéias quando entramos na água.

Azul:  muito relaxante em tons avermelhados e esverdeados, porém em tons acinzentados pode despertar introspecção e até tristeza.

Cozinha


É um dos lugares mais importantes da casa. É onde a família se reúne para comer, conversar, relaxar, por isso devemos fazer dela um ambiente que propicie descontração e convívio. 

Rosa e Pêssego: estimula o afeto e a comunicação dos membros da família.

Pêssego, Laranja e Damasco: ativam a criatividade e o interesse em servir melhor e faz aumentar o interesse pela casa.

Vermelho: é altamente emocional e estimula tanto sentimentos positivos quanto negativos, portanto devemos usá-lo com cautela, ou seja, de acordo com a personalidade dos moradores.

Azul: por ser uma cor fria, pode causar certo distanciamento. 

Amarelo-forte: estimula refeições rápidas e a falar muito enquanto comemos. 

Quarto


A cor a ser escolhida deve ser fria e relaxante, para descansar antes de dormir. Uma tonalidade mais fria “esfria” imediatamente a atividade nas células do cérebro, ajudando a reduzir a atividade incessante da mente. Quando dormimos absorvemos energia mais rapidamente, de maneira que as cores escolhidas para o quarto nos afeta profundamente.

Azul-hortência: acalma as emoções e ajuda a relaxar e vai bem com o pêssego, salmão e rosa.

Amarelo: estimula o pensamento, o raciocínio e a comunicação, portanto é mais indicado para ambientes sociais. 

Verde-pálido: ajuda a equilibrar o ambiente e tem função antiestresse, combinado a uma cor quente dará ótimos resultados.

 

Quarto Infantil


No quarto das crianças podemos abusar de tons pastéis  e usar cores mais fortes e desenhos variados em meia parede ou nos armários.

Até a criança completar 18 meses, devemos evitar as cores muito fortes, pois podem deixar o bebê muito agitado. Neste período, é aconselhado usar tons claros de rosa e azul.

O teto pintado de azul claro ajudaria a criança a ter um sono repousante.

 

Sala de Estar


A sala de estar deve ter vários padrões diferentes.

Como é um lugar onde se recebe visitas, deve ter vários estímulos visuais para manter a atmosfera e a conversa viva e diversificada.

Pode-se usar o amarelo, laranja, vermeho com o verde e azul como complemento.

 

Sala de Jantar 


Neste ambiente podemos criar atmosferas diferentes com o uso das cores.

Amarelo: estimula o ego, as pessoas tenderão a dizer mais o que pensam, provoca conversas estimulantes.

Azul: propicia conversas mais sérias, sóbrias, sobre negócios.

Vermelho: proporciona uma sensação de intimidade e a conversa será mais pessoal.